Próxima caixa

SETEMBRO DE 2017

campo-alegre_santa-catarina

Campo Alegre é uma pequena e charmosa cidade localizada em meio às campinas e vales no norte de Santa Catarina, cortada pela histórica Estrada Imperial Dona Francisca. A vida no campo em meio a uma beleza natural exuberante encanta os turistas com o aconchego dos seus antigos casarões, produtos coloniais, artesanato e uma deliciosa comida caseira em fogão à lenha.

Esse paraíso da serra também é o destino certo para os amantes da natureza e apreciadores de esportes de aventura. Campo Alegre surpreende com recantos naturais, montanhas e trilhas ecológicas, o cenário perfeito para a prática de esportes radicais, off-road, montanhismo, cicloturismo, voo livre e diversos atrativos de tirar o fôlego.

É considerada a Capital Catarinense da Ovelha.

queijo-de-ovelha
QUEIJO DE OVELHA CURADO

Produtor / fabricante: Cida Margotto (Dom Camponês)

Descrição: Cida é responsável pela fabricação dos queijos enquanto seu marido cuida do restaurante e café colonial nos fins de semana. Como se não bastasse, ela também produz prosciutto de pato e torrifica café orgânico da região onde nasceu, em Minas. Recentemente seu queijo de leite de ovelha ganhou medalha de bronze em um concurso nacional. É mais nutritivo que o queijo de vaca, sem lactose e possui um sabor único.

Peso / quantidade: 1/4 da peça (250g em média)

Validade: 60 dias

nectar-de-framboesa-canadense
NECTAR DE FRAMBOESA CANADENSE

Produtor / fabricante: Johnnny Blaszkowsky (Blaszkowsky Alimentos)

Descrição: A pequena empresa familiar está localizada no município vizinho de São Bento do Sul. Produzem doces, sucos, coberturas e licores. Johnnny, filho dos fundadores, morou fora do país e hoje tem a missão de modernizar a produção, focada cada vez mais na linha orgânica. O néctar de framboesa é elaborado de forma artesanal em pequenas panelas com baixa quantidade de açúcar. Pode ser diluído em 1 parte de água.

Peso / quantidade: 200ml

Validade: 1 ano

biscoito-de-melado-e-araruta
BISCOITO DE MELADO E ARARUTA

Produtor / fabricante: Anelore Kohlbeck (Delícias da Lola)

Descrição: Muito tradicional entre os descendentes de alemães, é consumida com mais frequência na Pascoal e no Natal, onde são pintadas de forma decorativa para presentear. A proprietária também faz bolos, pães, tortas sob encomenda, atendendo festas e eventos na cidade.

Peso / quantidade: 200g

Validade: 60 dias

erva-mate-com-chas
ERVA MATE COM CHÁS

Produtor / fabricante: Ruben Bahr (Erva Tupan)

Descrição: Ruben é responsável pela Cooperativa de Produtores de Mate de Campo Alegre. A marca surgiu em 1938, se confundindo com a história da cidade, que teve na erva-mate sua principal economia no passado. A erva mate mista possui chás de cidreira, camomila e erva-doce, 100% natural e sem açúcar. Ideal para um chimarrão ou tereré.

Peso / quantidade: 500g

Validade: 18 meses

cri-cri-de-casca-de-laranja
CRI-CRI DE CASCA DE LARANJA

Produtor / fabricante: Hildegard Bruske (Sítio Ponte de Pedra)

Descrição: O doce é feito com a casca de laranja do próprio sítio, de forma bem artesanal, deixando a casca crocante e azedinha. O sítio é ponto de apoio a ciclistas que fazem o Circuito das Araucárias, servindo refeições, hospedagem e passeios a cavalo. Outro atrativo é a ponte de pedra construída por escravos em 1884, dando origem ao nome do lugar.

Peso / quantidade: 150g

Validade: 90 dias

historia-campo-alegre
HISTÓRIA

O surgimento de Campo Alegre está ligado à colonização das terras da Princesa Dona Francisca, irmã de D. Pedro II, que recebeu as terras ao se casar com o Príncipe de Joinville.

Em 1858, o governo imperial aprovou a construção da estrada que ligaria Santa Catarina ao Paraná. A Estrada Dona Francisca, segunda via carroçável do Brasil, tornou-se uma importante rota comercial.

Ao chegarem no topo da serra, os construtores da estrada, felizes por terem vencido o percurso mais íngreme, exclamaram em alemão: “Froeliches feld!”, que significa “Campo Alegre”.

o-que-comer-campo-alegre
O QUE COMER

Campo Alegre preserva na sua culinária as raízes de sua colonização, por isso tem uma gastronomia ímpar, com pratos à base da deliciosa carne de ovelha e também do pinhão, fruto da araucária.

Experimente o churrasco de ovelha e o hambúrguer de cordeiro, oferecido em alguns restaurantes rurais. Outra opção são os cafés coloniais com pratos típicos.

Na região é possível encontrar produtores de queijo de vaca, ovelha e de cabra, com muita qualidade. A produção orgânica também se destaca, sendo Campo Alegre referência nesse tipo de cultivo.

o-que-fazer-campo-alegre
O QUE FAZER

Com um clima ameno de serra, a região é ideal para o turismo rural e de natureza. Vale a pena conhecer a produção de queijos de leite de ovelha e de cabra, andar a cavalo nas fazendas, pedalar pelo Circuito das Araucárias e desbravar cachoeiras como o Salto do Imigrante e do Engenho.

No interior do município, o destaque são os Campos do Quiriri, com altitude média de 1.400 metros, onde nasce a maioria dos rios da região. Já no centro da cidade, a Cascata Paraíso é um refúgio urbano com paredões convidativos para a prática de rapel e escalada.

Em março, acontece a Festa da Ovelha, a maior da cidade, atraindo milhares de turistas e movimentando a economia local.

Esta caixa ficará disponível por: